Rodas mente à imprensa ao tentar justificar as expulsões – USP em Greve

Posted on 19/12/2011 por

0


Fonte: USP em Greve |

Assistentes sociais puderam retirar documentos que estavam dentro da ocupação; estudantes entregaram restante dos documentos solicitados à universidade

Em declaração à entrevista publicada pela Folha de SP hoje, 19/12, Rodas afirma que as expulsões não foram simplesmente por conta da ocupação, mas também devido a “ações graves” como sumiço de documentos. Não é verdade o que o Reitor afirma à imprensa. Em nenhum momento, o objetivo da ocupação foi “sumir com documentos”, mas sim reivindicar melhorias nas condições de permanência na USP.

Durante a ocupação, assistentes sociais, que trabalham para a USP, retiraram documentos que ali estavam (há inclusive declarações assinadas por essas assistentes sociais). Além disso, documentos com informações confidenciais, pessoais e acadêmicas, de moradores do Crusp foram entregues à unviersidade em um ato realizado pelos estudantes no dia 28 de abril de 2010, que contou com a presença do coordenador da Coordenadoria de Assistência Social (Coseas), professor Waldyr Antônio Jorge, quem recebeu os documentos.

Waldyr Antônio Jorge, coordenador da Coseas, recebe os documentos que estavam na ocupação com informações confidenciais, pessoais e acadêmicas, de moradores do Crusp em 2010

Originalmente publicado no blog USP em Greve, em 19 de dezembro de 2011 às 6:34

Sugerido por Alisson, no post da declaração da reunião setorial da FFLCH de 20 de dezembro de 2011


Anúncios
Posted in: Texto