Nota pública de repúdio às expulsões

Posted on 21/12/2011 por

0


Fontes: Aduspnet, DCE USPViomundo |

A Adusp, conjuntamente com outras entidades, assinou o texto reproduzido abaixo referente à expulsão dos 6 estudantes da Universidade de São Paulo.

A diretoria da Adusp reenfatiza a necessidade de a reitoria da USP anular imediatamente a expulsão desses estudantes e de tornar públicas as razões apresentadas pela Comissão Processante ao propor tal pena extrema, de modo que venham a ser democraticamente discutidas e deliberadas nas instâncias da universidade.

NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO ÀS EXPULSÕES

Na última sexta-feira, dia 16 de dezembro de 2011, em despacho publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, o reitor João Grandino Rodas anunciou a expulsão de seis estudantes da Universidade de São Paulo, que estão participando da ocupação na moradia estudantil (CRUSP). A reitoria da USP optou pela pena de eliminação do corpo discente da universidade e exclusão do CRUSP a estudantes em luta por uma política de permanência estudantil que possibilite que estudantes de baixa renda possam frequentar a universidade pública.

Essa agressão ao direito democrático de organização e ação política no interior da universidade foi respaldada por um decreto dos anos de Ditadura Militar, mais precisamente de 1972. O decreto mencionado, em seu artigo 250, trata como falta de disciplina grave, passível de punição, as seguintes ações: “promover manifestação ou propaganda de caráter político-partidário, racial ou religioso, bem como incitar, promover ou apoiar ausências coletivas aos trabalhos escolares”. O conteúdo deste decreto está claramente em contradição com o livre direito de greve e de manifestação política, garantidos pela Constituição Federal de 1988.

Essa medida do reitor é parte integrante da política repressiva da administração da universidade e do governo estadual contra o movimento organizado no interior da USP. Só neste ano de 2011, vimos a ameaça de demissão de dirigentes sindicais do SINTUSP, a prisão de 73 estudantes que se mobilizavam contra a presença da Polícia Militar no campus e, agora em meados de dezembro, essas absurdas expulsões. Explicita-se a intenção das autoridades constituídas de quebrar qualquer resistência à aplicação de seu projeto de universidade.

Diante deste grave acontecimento, as entidades e organizações políticas abaixo assinadas repudiam a repressão exercida por João Grandino Rodas e convocam o conjunto dos movimentos estudantil, popular e sindical brasileiros a se incluírem numa grande campanha em defesa da liberdade de manifestação política, instando a reitoria da USP a anular imediatamente a expulsão desses seis estudantes.

Assinam:

  • ADUSP – Associação dos Docentes da USP
  • SINTUSP – Sindicato dos Trabalhadores da USP
  • DCE Livre da USP “Alexandre Vannucchi Leme”
  • AMORCRUSP – Associação de Moradores do CRUSP gestão “Unidade Cruspiana”
  • CA XXXI de Outubro – Centro Acadêmicos 31 de Agosto [Enfermagem]
  • CAASO – Centro Acadêmico Armando Salles de Oliveira [São Carlos]
  • CAELL – Centro Acadêmico de estudos Literários e Linguístico “Oswald de Andrade”
  • CAER – Centro Acadêmico “Emílio Ribas” [Saúde Pública]
  • CAF – Centro Acadêmico da Filosofia “Prof. José Cruz Costa”
  • CAHS – Centro Acadêmico Hebert de Souza [Gestão de Políticas Públicas]
  • CALC – Centro Acadêmico Lupe Cotrim [ECA]
  • CAMAT – Centro Acadêmico da Matemática
  • CAPPF – Centro Acadêmico Professor Paulo Freire [Educação]
  • CARB – Centro Acadêmico “Rui Barbosa” [Ed. Física]
  • CAUPI – Centro Acadêmico Unificado de Pirassununga
  • CEGE – Centro de Estudos Geográficos “Capistrano de Abreu” CAHIS – Centro Acadêmico de História
  • CEQHR – Centro de Estudos Químicos “Heinrich Rheinboldt”
  • CEUPES – Centro Universitário de Pesquisa e Estudos Sociais [C. Sociais]
  • DALorena – Diretório Acadêmico da Escola de Engenharia de Lorena

ANEL, ANDES-SN, CSP-CONLUTAS, SINASEFE, SINSPREV/SP, STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP ,Sub-Sede da APEOESP Santo Amaro, MTST, SEPE-RJ, SindRede-BH

Organizações:

Barricadas Abrem Caminhos [Rompendo Amarras], Coletivo “Há quem sambe diferente”/PUC-Minas, Coletivo Construção, Coletivo Geografia na Luta/UFS, Coletivo “USP que queremos”, Construção Coletiva, Dialogação [Rompendo Amarras], Domínio Público [Rompendo Amarras], Frente de luta dos CA’s/UFMT, Juntos, Juventude LibRe, Movimento 89 de Junho (PUC/RS), Não Vou me Adapar (chapa pro DCE Livre da USP), Universidade em Movimento, Coletivo Feminista Yabá, Coletivo “Tomando o céu de assalto”/PUC-SP

DCE’s: UEM, UFJF, UFPA, UFPel, UFRGS, UFRJ, UNICAMP,

  • DA ICB/UFMG
  • ComuniCA/UFMG
  • DA Musica/UFMG
  • DA Letras Gestão “Ao Pé da Letras”/UFMG
  • CAEF/UEM
  • CABAM/UFRGS
  • CAAP/UFMG
  • CAPSI/UFMG
  • DACOI/PUC Minas
  • CECS/UFRGS
  • CAEF/UNIFAP
  • DA 26 de Julho/UFES

Executivas e Federações de Curos:

  • CEREGENE – Coord. Executiva Regional dos Estudantes de Geografia do NE
  • CONEEG – Confederação Nacional das Entidades Estudantis de Geografia
  • CONEP – Coordenação Nacional dos Estudantes de Psicologia
  • ENEBio – Executiva Nacional dos Estudantes de Biologia
  • ENECOS – Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social
  • FEMEH – Federação do Movimento Estudantil de História
  • FENED – Federação Nacional dos Estudantes de Direito

 

Publicada no site do Diretório Central dos Estudantes Livre Alexandre Vannucchi Leme (DCE USP) em 21 de dezembro de 2011 às 15:12

Publicado no site da Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo (Adusp)

Publicado no Viomundo em 21 de dezembro de 2011 às 17:58

Anúncios
Posted in: Nota pública